quarta-feira, 5 de junho de 2013

Fight Night Champion: Um jogo que as vezes até parece um filme

Hoje o esporte que domina o mundo das lutas sem dúvida nenhuma é o MMA. Anderson Silva, Jon Jones, George St Pierre, estão na "boca" do povo, mas antes deles outros lutadores dominavam o munda das lutas, Mike Tyson, Muhammad Ali e Evander Hollyfield eram os reis do Boxe. Esse esporte ganhou um destaque ainda maios depois que lançaram o filme Rocky o lutadorba, naquele momento o mundo respirava boxe e não poderia ser diferente. 

Essa semana eu "encontrei" um jogo que entra na lista dos melhores que eu já joguei, estou falando de "Final Fight: Champion", um jogo de boxe produzido pela EA Games e lançado em março de 2011. Apesar de já ter passado dois anos desde o seu lançamento o jogo ainda é o melhor quando se trata de boxe. Vamos falar sobre os pontos positivos e negativos agora.



Abaixo tem a Intro do Game:


Os gráficos são simplesmente fantásticos, muito realistas. Poucas vezes eu encontrei um jogo tão bonito graficamente. A Realidade na movimentação dos personagens, quando recebem algum golpe, suor, movimento que os músculos fazem quando você dispara algum golpe é incrível. Você só fica decepcionado quando você olha para as pessoas que estão assistindo a luta, elas são meio quadradas e as vezes ficam olhando para algum lugar e não diretamente para a luta, mas acredito que esses erros serão corrigidos em futuros lançamentos.

A jogabilidade é meio complicada, você demora um certo tempo para se acostumar com os golpes e aprender o momento certo de usá-los, você tem que ser esperto e perceber em que momentos atacar, um ataque errado pode resultar em um contra-ataque e em um possível nocaute. Com certeza você vai apanhar muito no começo até que domine os comandos, mas isso é normal. A Inteligência Artificial é excelente, os lutadores irão agir como humanos e vão analisar o momento da luta para ver que ações tomar, então quando algum oponente está recuando ele não quer dizer que está com medo e sim preparando alguma estratégia.

Eu já defini os gráficos como fantástico, agora que palavra escolher para definir a trilha sonora?
Após passar um tempo pensando eu encontrei uma. Impecável foi a palavra que escolhi, vários gêneros são tocados durante o jogo e mesmo eu sendo rockeiro posso falar que em alguns momentos, quando um Rap ou Black eram tocados eu me arrepiei. As músicas combinam perfeitamente com os momentos do jogo, você sente aquele ânimo a mais quando elas começam.

O jogo apresenta o modo carreira que consiste em criar o seu próprio boxeador e subir de nível, começando com lutas mais baixas até conseguir chegar ao nível de um Muhammad Ali. O único problema do modo carreira é que a customização é muito fraca, você tem que escolher entre rostos que já estão disponíveis, mas fora isso esse modo de jogo é bem divertido.



Agora o que realmente me chamou a atenção foi o modo Champion, onde você controla um lutador que passa por diversas dificuldades, desde lutar com uma das mãos quebradas, ir para a cadeia e traição. Nesse modo você controla o lutador Andre Bishop, que é uma das maiores promessas do boxe mundial, mas que devido alguns acontecimentos vai parar na cadeia e vê o seu sonho de ser o melhor do mundo ser destruído. O modo é simples e segue um padrão, Cutscenes e Luta, fica sempre na mesma, acontece alguma coisa e você vai lutar, mas isso não deixa o jogo mais chato e sim mais legal. Depois de um tempo você esquece que está jogando e começa a parecer que tudo aquilo é um filme. A dublagem e as expressões faciais são incríveis, a história claramente é inspirada em filmes de luta como Rocky. Tem uma luta que você está com a mão direita quebrada e tem que enfrentar o inimigo usando apenas a mão esquerda, superação no melhor estilo Rocky Balboa. Esse modo de jogo tem em média de 5 a 6 horas de duração é um tempo muito bom. O lutador Andre Bishop não pode ser customizado e isso gerou algumas críticas, mas é totalmente aceitável já que o modo Champion conta a  história de Bishop, se você quer a sua história então jogue o modo carreira.

Em Fight Night: Champion acontece várias vezes de o juiz ficar na frente da câmera e isso te atrapalha muito, já que isso te impede de ver o que está acontecendo, mas quando isso acontece você simplesmente pode andar com o personagem para que o juiz não fique mais na sua frente. 

Também é possível jogar com os lutadores do jogo e os lutadores de antigamente, você pode escolher entre Evander Hollyfield, Mike Tyson, Many Pacquiao (que é o meu favorito)...



Fazia muito tempo que um jogo de luta não me chamava tanto a atenção como Fight Night. Se você é fan de boxe ou de luta, esse jogo é pra você, agora se você está procurando um game com uma boa história, vale muito a pena dar uma conferida em Fight Night.

Galera, comentem em compartilhem... mande a sugestão de matérias para o nosso e-mail, que está ai na lateral do blog, valeu galera e até a próxima :))


Um comentário:

  1. pra jogar esse jogo preciso de crédito na psn? pois começo a jogar e se saio do jogo quando volto os modos estão bloqueados nem no modo história consigo voltar, o que eu devo fazer?

    ResponderExcluir